fbpx

TL Responde: o caso Greta Thunberg

fakenews


O jornalista Allan dos Santos foi mencionado em uma “checagem de fatos” imprecisa sobre supostos comentários feitos em relação à ativista ambiental Greta Thunberg nas redes sociais.

A jornalista Amanda Ribeiro, em matéria do portal AosFatos, em 27/09/2019, opinou sobre como teriam associado a emergente figura sueca às jovens usadas nas propagandas do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães, apontando o fundador do Terça Livre como um dos disseminadores da narrativa.

Na matéria, a checadora afirmou que provavelmente os posts viralizados foram inspirados nas publicações de diversas pessoas influentes nas redes, incluindo Allan dos Santos e apresentou uma postagem de Twitter para fundamentar a acusação de “fake news“.

allan tuite fact-check

Ademais, Amanda servindo-se de uma falácia comum na dialética erística conhecida como “argumento de autoridade” (do latim, argumentum ad verecundiam ou argumentum magister dixit) assegurou que a associação do nazismo com a esquerda (o comunismo ou o socialismo) é uma falácia, baseando-se em uma matéria do site Yadvashem e em uma entrevista ao veículo alemão Deutsche Welle do historiador Wulf Kansteiner, professor na Universidade de Aarhus.

A jornalista age como se o debate público estivesse encerrado, passando a impressão que a discussão acerca do tema está sepultada e ignorando completamente a inexistência de consenso entre os historiadores acerca das semelhanças entre o nazismo, o comunismo e tenta desqualificar os especialistas que divergem da sua opinião. “Nenhum especialista sério considera hoje o nazismo de alguma forma um fenômeno de esquerda”, replica a fala de Wulf.

Clique aqui para conferir a “checagem de fatos” na íntegra – https://www.aosfatos.org/noticias/como-greta-thunberg-se-tornou-alvo-de-uma-campanha-de-desinformacao-nas-redes/

aosfatos greta

O fundador do Terça Livre, Allan dos Santos, respondeu a opinião da checadora Amanda na noite de ontem (21/10), durante o programa Boletim da Noite, canal oficial do Terça Livre no Youtube:

Ela simplesmente pegou uma publicação minha em que coloco a foto de um nazista com uma menininha, a foto de uma menininha em uma pintura com a bandeira nazista e a foto dela sendo utilizada pelos revolucionários o tempo todo, e em que escrevi assim: ‘Certas táticas não mudam nunca!’ Tática de usar uma criancinha para defender uma bandeira, como se ela tivesse um saber celestial e científico acima de todo mundo ‘contra uma direita horrorosa etc’. Quando ela fala que eu divulgo uma fake news, veja que ela está usando de uma opinião para criticar uma outra opinião. E a minha opinião é de que certas táticas nunca mudam. Ponto final. Tática! Essa menina sabe a diferença entre tática e estratégia? Ela sabe o que é utilizar uma tática no processo de um grupo de mentalidade revolucionária? Ela não sabe. Mas a tática é a mesma. Nazistas e comunistas usaram criancinhas“, argumentou o jornalista.

Confira:

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: