fbpx

A polícia é criticada e os bandidos defendidos, analisa o Ph.D. em Direito Penal Rogério Greco



Pós-doutor em Direito Penal e atual Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de MG, Rogério Greco, durante o Boletim da Noite da última sexta-feira (7), analisou a operação da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro na comunidade do Jacarezinho na semana passada.

Segundo o especialista, há atualmente uma inversão na ordem de valores, uma vez que a polícia vem sendo constantemente criticada e os bandidos, por outro lado, vêm sendo defendidos pela grande imprensa e entidades de esquerda.

“Eu acredito que o trabalho da polícia nessa operação do Jacarezinho foi excelente. A imprensa esquerdopata só ficaria feliz se acontecessem mais mortes de policiais, o policial pode morrer. É essa inversão de valores que nós não suportamos mais, por isso eu queria que essas pessoas de fora, viessem ao Rio, tivessem um convite do CORE, para entrar em um blindado […], para que eles pudessem entender a nossa realidade, antes de falar tanta bobagem”, declarou Rogério Greco.

“Para que vocês entendam melhor, eu comentarei sobre a decisão do STF em relação às operações no Rio de Janeiro. Olhem  o que foi decidido por eles, criou-se uma série de regras, que são as seguintes: ‘Especificar as circunstâncias nas quais os agentes poderão portar armas’. Pelo amor de Deus, como vocês querem uma polícia que não porte arma, isso é ridículo, isso é primário, até as policiais da Europa, que antigamente não usavam armas, todos hoje usam armas, as coisas mudaram, a sociedade mudou, acorda”, pontuou o jurista. 

“Eles continuam: ‘Especificar as circunstâncias nas quais os agentes poderão portar armas e a descrição de quais armas e munições poderão ser portadas, assegurar que as armas sejam utilizadas apenas em situações apropriadas e de modo a reduzir danos desnecessários’. Eu queria perguntar ao ministro Fachin: qual seria a arma apropriada para conter um rojão? Qual seria a arma apropriada para conter um tiro de ponto-50? Qual seria a arma apropriada para conter um tiro de 762? Usar um taser? Essa é a cabeça do Supremo? Que não conhece nada de segurança pública?”, questionou atual Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de MG.

“E eles continuam ainda: ‘Proibir o uso de armas que causem um dano injustificável ou que apresentem riscos injustificáveis. Regular o controle, depósito e entrega de armas aos agentes de modo a certificar-se que eles são responsáveis pelas armas que lhe são entregues’. Isso já acontece há muito tempo. ‘Dar avisos sempre que a arma for disparada e manter um sistema de relatórios para que os agentes possam justificar sempre que a arma for utilizada’. Nesse caso, realmente é para fazer chorar de tristeza ou de vergonha. Existem diversas filmagens de confrontos no Rio de Janeiro, principalmente do BOPE, onde se efetuam mais de 2 mil disparos, a 15 metros ou mais, eu queria saber como se justifica isso. Ou seja, é um mundo realmente ‘de Alice’, é realmente não entender o que significa a violência urbana, é não entender o que significa principalmente a violência no Rio de Janeiro”, concluiu o especialista.

Rogério Greco, por fim, concluiu que a questão da letalidade policial ‘não tem o menor sentido’, devido à circunstância profissional em que se encontram, sobretudo com o atual nível de violência da cidade do Rio de Janeiro. “Não existe estado que se compare ao Rio, são mais de 600 mil traficantes, tem várias facções criminosas, milícias, jogo do bicho, o Rio tinha que ter tido um tratamento especial”, finalizou o especialista.

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: