fbpx

Abin rebate acusações sobre interfencia na defesa de Flávio Bolsonaro



A Agência brasileira de Inteligência (Abin) demandou que a Advocacia Geral da União (AGU) apure as acusações sobre supostos relatórios que beneficiaram o senador Flávio Bolsonaro.

A notícia crime foi divulgada através de postagem no site do Governo Federal no sábado (12). De acordo com a publicação o motivo par a difamação é desacreditar a credibilidade da Abin.

“O único objetivo é desacreditar uma instituição de Estado e os servidores que compõem seus quadros”, disse.

A instituição foi acusada ter produzido relatórios para ajudar a defesa do senador na operação que investiga a “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj).

Segundo a Agência, os trechos divulgados estavam mal redigidos, com linguajar atécnico que não são utilizados nas atividades da Inteligência.

“Supostos trechos divulgados apresentam-se mal redigidos, com linguajar técnico que não guarda relação com a atividade de inteligência”, explicou.

Confira nota

nota da abin

Informações: Governo Federal

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: