fbpx

Ação do MDB visa reduzir 36% do tempo de TV de Alckmin



O tempo desproporcional em programa eleitoral gratuito do qual desfruta a chapa de Geraldo Alckmin pode sofrer um revés, graças a ação movida pelo MDB de Henrique Meirelles.

A campanha do ex-ministro entrou, na última sexta-feira, 17/08, com uma contestação no TSE pedindo a invalidação do apoio do DEM, PP, PRB, PR, PTB e Solidariedade ao Tucano.

O balcão de negócios montado por Alckmin em troca de apoio partidário sinaliza como seria um eventual governo seu: uma central de trocas de favores e indicações políticas para loteamento do Estado.

Resta saber o que motiva Henrique Meirelles a tomar tal atitude, se o justo senso das proporções ou se o fato de ter ficado fora da mesa de negociações tucana, na qual já se sentou inúmeras vezes em sua trajetória pregressa.

Sobre o Colunista

Redação Terça Livre

Redação Terça Livre

3 Comentários

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...