fbpx
Acusação, Brasil, pandemia, presidente, PGR, denúncia, Bolsonaro, representação arquivada, Procuradoria-Geral da República

Acusação contra Bolsonaro é arquivada na Procuradoria-Geral da República



O vice-procurador-geral da República Humberto Jacques de Medeiros determinou que a representação contra a condução do Presidente durante a pandemia fosse encerrada, devido à “impossibilidade material” de responsabilizar uma pessoa por essa crise de saúde mundial.

A decisão foi tomada na semana passada, embora só tenha sido noticiada nesta terça-feira (16/02) pelo portal UOL.

A acusação feita por ex-integrantes da Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciava o suposto “favorecimento de disseminação de epidemia” por parte do presidente Bolsonaro, o que configura crime de até 15 anos de prisão. Os ex-procuradores queriam que a representação chegasse ao Supremo Tribunal Federal.

Humberto Jacques esclareceu que os “fatos” acusatórios apresentados pelo grupo já haviam sido analisados e arquivados. A decisão foi tomada haja vista a “impossibilidade material do surto do novo coronavírus ser imputado a uma pessoa”, concluiu o vice-PGR.

Sobre o Colunista

Bruna Medeiros Uaqui

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: