fbpx

Administração Biden remaneja mais de US$ 2 bilhões destinados à saúde para cobrir custo com imigração ilegal



O departamento Heath and Human Services (HHS) da administração Biden remanejou mais de US$ 2 bilhões destinados ao alívio da Covid-19 e a outras iniciativas de saúde. O dinheiro será direcionado para cobrir o custo de cuidar de crianças imigrantes desacompanhadas. A informação foi divulgada pelo site de notícias Político, no último sábado (15).

Os fundos redirecionados, segundo a matéria, incluem US$ 850 milhões de um fundo destinado a reabastecer o Estoque Nacional Estratégico (ENE) com equipamentos para a área de saúde, além de outros US$ 850 milhões de um fundo “destinado a expandir os testes de coronavírus”. O HHS também retirou cerca de US$ 436 milhões de uma série de iniciativas de saúde existentes em todo o departamento.

“O Departamento de Saúde e Serviços Humanos desviou mais de US$ 2 bilhões destinados a outras iniciativas de saúde para cobrir o custo de cuidar de crianças imigrantes desacompanhadas, enquanto a administração Biden luta com um fluxo recorde de migrantes na fronteira sul”, observou o veículo de comunicação.

A administração Biden elogiou a si mesma na semana passada por tirar dezenas de milhares de crianças migrantes desacompanhadas da custódia da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP), mas não reconheceu que apenas algumas centenas dessas crianças foram reunidas com familiares e tutores nos EUA.

Como relatou o Daily Wire, a administração Biden ainda está abrigando “dezenas de milhares” de crianças migrantes, em alguns casos, com “pouca supervisão”. Cerca de 17 mil crianças estão sendo mantidas em “abrigos coletivos”, e os ativistas da imigração estão preocupados que muitas delas estejam “isoladas, menos supervisionadas e sem serviços básicos”.

Daily Wire também apontou que “o governo Biden não pediu ao Congresso que fornecesse qualquer financiamento emergencial para a crise das crianças migrantes, provavelmente porque a Casa Branca tentou permanecer calada sobre o assunto”.

A administração do presidente democrata vem recebendo constantes críticas por desfazer as políticas de fiscalização da era Trump – que reduziram drasticamente o fluxo de imigração ilegal. As últimas medidas adotadas por Biden acabou agravando consideravelmente a crise na fronteira sul dos EUA.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: