fbpx

Além de estuprar e matar menino, trans romantizada por Globo e Varella também já abusou de criança de 3 anos



A personagem romantizada pela reportagem do médico Drauzio Varella para o Fantástico, da TV Globo, carrega condenação por estuprar e estrangular até a morte uma criança de 9 anos. A reportagem foi exibida na última semana e tratava sobre transsexuais em presídios.

Susy, cujo nome verdadeiro é Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos, cometeu o crime em maio de 2010.

Em depoimento à Justiça, uma tia afirmou que Susy foi uma criança que “roubava, mentia, não ia para a escola”. E acrescentou: “Até os 12 anos, coisas de criança. Mas depois dos 12, começou a roubar com arma, usava maconha”. 

Ela mencionou, ainda, que o então sobrinho já tinha sido acusado de abusar de uma criança de 3 anos. Atualmente, Susy cumpre pena por homicídio triplamente qualificado e estupro de vulnerável (menor de 14 anos).

Varella teve apoio da Globo ao se defender das críticas dos internautas que ficaram indignados com o caso. “O que o Sr. Tem a dizer para os pais das crianças que foram vítimas do Susy?”, questionou ao médico um membro do Facebook. 

Algumas pessoas, no entanto, comparam o que fez o médico, com as atitudes de Jesus para com os pecadores, como é o caso do jornalista Joel Pinheiro: 

“Indignado por Dráuzio ter abraçado uma assassina pedófila? É que você ainda não viu o que Jesus fez…”, escreveu em seu Twitter.

Em nota, Drauzio Varella afirmou que é “médico, não juiz” e que nada perguntou às entrevistadas sobre os delitos cometidos. Disse que adota essa conduta para evitar que seu julgamento pessoal interfira em seu trabalho. O Fantástico disse “apoiar integralmente” a posição do médico. 

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Bruna de Pieri

Esposa, jornalista, tupãense e católica. 23 anos.

9 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Boa matéria, mas sugiro colocar as devidas vírgulas no título. Cheguei a pensar, em leitura rápida, que Drauzio Varella já havia abusado de criança… As vírgulas deixarão o título mais coerente!

  • Desculpem. A questão nem são as vírgulas. Erro meu de leitura. Mas uma pequena revisão talvez ajudasse desatentos como eu! 😀

  • Essa globo e esse médico são pessoas maléficas , verdadeiras escórias da humanidade , além de incentivarem o crime ao fazer glamour do criminoso . Tem que serem banidos da sociedade .

  • Quanto ao Drauzio, podemos desprezá-lo, mas quanto a Globo, que orienta e direciona seus programas, devemos fazer o que ela mais teme, mudar de canal e nunca mais assistir essa emissora mal intencionada.

  • Já que o médico plantonista da globo diz ter princípios, e não importa-se com os crimes cometidos pelos protegidos, deveria tbm levar o seu abraço a família da vitima. A família não ficará somente 8 anos sem visitas, será para o resto da vida sem visitas do filho.

  • Me desculpe, mas acho que a Igreja Católica que você anda frequentando não está te ensinando direito, ou você que não está aprendendo mesmo.

  • O Drauzio nunca leu os incríveis livros do Theodore Dalrymple, que mesmo sabendo dos horripilantes crimes dos seus pacientes nunca deixou de vê-los como humanos.

  • Cara só não metendo Religião no meio concordo com muitas coisas que esta reportagem diz. Se é condenado pelo crime, deve pagar pelo mesmo. Sensacionalismo é uma merda. Só deixem a religião em paz. Quem não é religioso deve viver tranquilo com sua forma de pensar e viver a vida.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: