fbpx
Felipe Sampaio/SCO/STF

‘Alexandre de Moraes precisa entender que não é Deus’, afirma Rodolpho Loreto



 

O analista político Rodolpho Loreto, comentando as várias ações do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, afirmou que ele se considera algum tipo de divindade. O cofundador do Terça Livre participou do Boletim da Noite dessa terça-feira (7).

“Alexandre de Moraes, me parece até agora – pelo menos pelas palavras do presidente Jair Bolsonaro, e é o que eu espero do fundo do meu coração – que ele precisa entender que ele não é Deus, porque ele se porta como um deus, como um demiurgo que pode fazer o que quiser e bem entender”, disse.

Loreto comentou ainda que o discurso de Bolsonaro nas manifestações foi muito claro ao dizer que já não reconhece o ministro do STF.

“Bolsonaro foi enfático: ‘Não vou acatar nenhuma decisão deste ministro Alexandre de Moraes’, se referindo aos absurdos e desmandos dos atos inconstitucionais que vemos sendo perpetrados a cada dia. Hoje, houve não só essa situação que aconteceu com o CEO da rede social, mas também com o jornalista Oswaldo Eustáquio, que mais uma vez teve suas redes sociais canceladas, mais uma vez teve uma ordem de prisão”, disse.

Rodolpho Loreto falou também sobre a declaração do caminhoneiro Zé Trovão, que pediu aos policiais federais que não cumpram ordens ilegais.

“Ordem ilegal não se cumpre. É muito importante que a Polícia Federal tome consciência de que esses inquéritos que Alexandre de Moraes está abrindo são completamente inconstitucionais. Vários juristas já se manifestaram com relação a isso, a própria PGR se manifestou contra a abertura desses novos inquéritos e encerrou outros que não tinham nenhum tipo de cabimento, em que não foi averiguado nenhum tipo de crime”, ressaltou.

O analista político destacou ainda que as manifestações deram um claro recado ao STF sobre quem manda no Brasil.

“Quem manda no Brasil é o povo brasileiro, e hoje, as ruas disseram isso em alto e bom som. Eu realmente espero que ele reflita, se possível, que ele coloque a mão na consciência e peça a sua renúncia de maneira pacífica. Creio que é isso que o povo brasileiro espera, fomos às ruas para isso, e é aquilo que está na esperança das pessoas que levantaram a sua voz hoje contra a tirania, contra a injustiça e contra a privação de liberdade”, disse.

Assista aos comentários:

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: