fbpx

Alexei Navalny, opositor de Putin, é transferido da prisão para um hospital



Os médicos penitenciários da Rússia, na última segunda-feira (19), decidiram transferir da prisão para o hospital o principal opositor de Vladimir Putin, Alexei Navalny.

Aliados de Navalny, que não têm acesso a ele há mais de uma semana, disseram estar preocupados e prontos para receber más notícias sobre sua saúde.

Já o serviço penitenciário, em um comunicado, informou que a condição de Navalny era “satisfatória” e que ele estaria recebendo “terapia com vitaminas”, com seu consentimento.

Ivan Zhdanov, chefe russo de uma Fundação Anticorrupção, disse estar preocupado com a transferência feita para “um hospital maior, onde eles levam pessoas gravemente doentes. Ou seja, só pode ser entendido que o estado de Navalny piorou, e piorou de tal forma que até o torturador admite isso”, disse Zhdanov.

Segundo a Reuters, Navalny está sob risco de ter falha nos rins e sua visão está se deteriorando. Kira Yarmysh, porta-voz de Navalny, declarou no último sábado (17) que “Alexei está morrendo. No estado dele, é questão de dias”.

Diante dos possíveis maus tratos recebidos na prisão, os Estados Unidos alertaram à Rússia que “haverá consequências” se Alexei Navalny morrer na prisão.

“Nós comunicamos ao governo russo que o que acontecer com o senhor Navalny enquanto ele estiver sob sua custódia é responsabilidade deles e que eles serão responsabilizados pela comunidade internacional”, disse o assessor de Segurança Nacional do presidente dos EUA, Jake Sullivan.

Já o Kremlin rejeitou as declarações e disse que agiria contra qualquer outra sanção de países estrangeiros sobre o caso.  “O estado de saúde dos condenados e presos em território russo não pode e não deve ser um tema de seu interesse”, disse o porta-voz Dmitry Peskov.

Navalny foi condenado a dois anos e meio de prisão. Ele foi preso ao retornar à Rússia em janeiro, depois de se recuperar na Alemanha de envenenamento sofrido na Rússia. Alguns aliados classificaram o ocorrido como uma tentativa de assassinato. O Kremlin, porém, nega qualquer culpa.

Assista aos comentários da notícia:

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: