fbpx

Ao decretar fase vermelha Doria contrariou prefeitos de SP, aponta jornal



Prefeitos de cidades do estado de São Paulo declararam nesta semana que o governador João Doria (PSDB) não seguiu um combinado realizado com os gestores ao colocar todas as cidades na Fase Vermelha de restrições.

A informação foi dada pelo portal Uol nesta quinta-feira (04).

Conforme o Terça Livre noticiou, com o decreto de Doria a partir de sábado (06) todos os 645 municípios de São Paulo entrarão na fase que resultará em restrições mais rígidas.

“Não ficou decidido nada neste sentido, apenas o aumento das restrições”, denunciou um prefeito.

O governo de SP, no entanto, afirmou durante coletiva de imprensa na última quarta-feira (03) que a decisão havia sido “alinhada em videoconferência entre Doria e 618 Prefeitos e Prefeitas no final da tarde da última terça (02).

“Estamos em São Paulo e no Brasil à beira de um colapso na saúde. Isso exige medidas urgentes e coletivas. São 14 dias de fase vermelha. Vamos enfrentar as duas piores semanas da pandemia no Brasil desde março do ano passado”, afirmou Doria.

Entre as medidas autoritárias decretadas por Doria, estavam a proibição das prefeituras amenizarem as restrições, sob risco de processo judicial.

Ao temerem uma reação popular e de comerciantes dois prefeitos disseram ao Uol que na reunião de terça, ficou definido que seriam decretadas apenas algumas medidas de restrições “menos radicais.”

Ainda de acordo com o Uol, o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, disse que irá publicar um decreto municipal com medidas mais brandas, dentro da Fase Vermelha decretada por Doria.

Já Everton Sodario, prefeito de Mirandópolis, declarou que as medidas rígidas só serão aplicadas em sua cidade, caso a Justiça o obrigue.

A maioria dos prefeitos do estado, porém, disseram apoiar o decreto de João Doria para que a população entenda o recado de respeito as medidas.

“As pessoas precisam entender que devem ficar em casa e evitar aglomerações neste momento, senão iremos viver dias de terror”, disse um prefeito no grupo de WhatsApp.

Felicio Ramuth, prefeito de São José dos Campos, cogitou acionar a Justiça para que a cidade permaneça na Fase Laranja do Plano São Paulo.

De acordo com o jornal O Vale, o Comitê Municipal de Enfrentamento da Covid-19 do municipio apontou estabilidade.

O governador de São Paulo ainda não se pronunciou sobre as denúncias e ações de alguns prefeitos.

O TERÇA LIVRE ESTÁ DE VOLTA NO YOUTUBE, SE INSCREVA:

Sobre o Colunista

Bruna Lima

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: