fbpx

Após ataque ao Capitólio dos EUA na sexta-feira santa, autor é identificado



Autoridades policiais identificaram o criminoso autor de um ataque ocorrido no Capitólio dos Estados Unidos, na Sexta-feira Santa (2).

Segundo informações da própria polícia americana, o homem se trata de Noah Green, de 25 anos.

O ataque aconteceu durante a tarde de ontem, quando Green atirou o carro em que estava contra a barricada de policiais que faziam a segurança do Capitólio. Depois disso, o criminoso teria saído do carro portando uma faca e partido para o ataque contra os policiais que repreenderam a ação.

Noah foi morto ainda no local do crime pelos policiais.

Após o episódio, a conta no Facebook do criminoso foi retirada do ar pela plataforma. Internautas, no entanto, já haviam obtido algumas informações sobre o até então suspeito do ataque.

As fotos que circulam pelas redes sociais apontam que Noah Green era um jovem negro, que, nas redes sociais, sugeria uma proximidade e apoio ao grupo “Nação do Islã”.

O jornal The Epoch Times informou que alguns documentos, ainda não confirmados, informavam que Green teria marcado para ontem (02) uma troca legal de seu nome para “Noah Zaeem Muhammad.” No entanto, ele não compareceu à audiência.

As informações oficiais são de que o ataque do criminoso resultou na morte de um policial do Capitólio e que outro oficial foi levado ao hospital.

A morte foi confirmada pela polícia através de um comunicado oficial.

“É com profunda tristeza que divulgo a notícia do falecimento do policial William ‘Billy’ Evans esta tarde, devido aos ferimentos que sofreu após um ataque na Barricada Norte por um agressor solitário. O policial Evans foi membro da Polícia do Capitólio dos Estados Unidos por 18 anos”, escreveu a Chefe de Polícia do Capitólio dos EUA Yogananda Pittman.

“Por favor, mantenham o policial Evans e sua família em seus pensamentos e orações”, completou.

De acordo com Pittman, Green “não respondeu aos comandos verbais” dos policiais, o que resultou no contra-ataque.

O secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, declarou que “ainda há muito a ser determinado” sobre o ataque.

Apesar da suposta ligação ou admiração por grupos extremistas, o ataque ainda não está relacionado ao terrorismo.

Com informações: The Epoch Times.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: