fbpx

Araraquara cria ‘alojamento’ para isolar infectados pelo vírus chinês



A Prefeitura de Araraquara, comandada pelo petista Edinho Silva, decidiu criar o que chamou de “unidade de quarentena” para isolar pessoas infectadas pelo vírus chinês. O “alojamento” começou a funcionar nesta quarta-feira (24).

A informação consta no site da própria prefeitura. A unidade fica nas dependências de um antigo motel da cidade que foi cedido sem custos ao município. São 44 vagas divididas em alas feminina e masculina.

Os isolados vão receber alimentação — por conta da prefeitura — e  visitas diárias das equipes médicas da Secretaria Municipal da Saúde. O intuito, segundo a titular da pasta, Eliana Honain, é “auxiliar” as pessoas que estão com a Covid-19 e não têm condições de cumprir o isolamento, já que convivem com outras pessoas em casa.

‘Unidade de quarentena’ para moradores infectados pela Covid-19 — Foto: Reprodução/Google

“O intuito é alojar, durante o período de quarentena, esses positivados que residem com muitas pessoas, num espaço pequeno, e que acabam colocando em risco seus familiares, transmitindo o vírus dentro de casa. Com esse acompanhamento, vamos evitar também a circulação dessas pessoas”, diz a secretária.

O site do município não deixa claro se cumprir o isolamento na unidade é obrigatório ou facultativo ao paciente que mora com outras pessoas. O Terça Livre questionou a prefeitura e aguarda resposta.

Autoritarismo

O município de Araraquara já protagonizou diversos episódios de autoritarismo, o mais famoso é o caso de uma mulher que foi violentamente presa apenas por caminhar em uma praça no ano passado. Ela chegou a ser jogada ao chão e algemada por agentes policiais. Relembre. 

No início deste mês de março, diante de medidas autoritárias e sem nenhuma comprovação científica de eficácia para frear casos de Covid-19, o cenário no município de Araraquara ficou semelhante ao de um país como a Argentina.

Em apenas seis dias de bloqueio total na cidade, talvez um dos mais rígidos do país, supermercados registraram desabastecimento e habitantes relataram  aumento do número de pessoas em situação de pobreza nas ruas.

O prefeito petista Edinho Silva — que ficou conhecido por causa do episódio da prisão da senhora que estava caminhando na praça — não estava permitindo a abertura de supermercados, que deveriam funcionar apenas no esquema de delivery. Relembre.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: