fbpx

Associação de Juristas Conservadores emite nota de repúdio contra jornalista da CNN



A Associação Brasileira de Juristas Conservadores (Abrajuc) emitiu neste sábado (8) nota de repúdio contra a jornalista Daniela Lima, âncora de um dos programas da CNN Brasil.

Ao noticiar a operação policial que ocorreu em Jacarezinho na última semana, a jornalista relata que o “discurso” da polícia era de que os bandidos estavam fortemente armados. “Raquel, 25 mortos, um policial. E o discurso da Polícia é que tava (sic) todo mundo fortemente armado. Aparentemente, tavam (sic) muito armados, mas não sabiam atirar, né? Porque, eram 24 armados e mataram só um do outro lado, mas morreram todos esses né?”, diz Daniela Lima.

As declarações da jornalista viralizaram na internet e a tag #CNNLixo aparece entre os assuntos mais comentados do Twitter neste sábado. A Abrajuc manifestou repúdio aos comentários da jornalista e saiu em defesa do policial civil André Frias, assassinado pelos bandidos.

“A ABRAJUC vem, a público, manifestar veementemente o seu repúdio aos comentários proferidos
pela jornalista Daniela Lima, âncora do jornal televisivo da CNN Brasil”, diz a nota.

“Vale ressaltar que o Policial Civil André Frias, cruelmente assassinado, deixou uma mãe acamada com AVC, esposa e um enteado de 10 anos de idade. Deixou também o sonho de servir à população carioca integrando as forças policiais que briosamente defendem a lei, a ordem e a paz”, continua o texto.

A associação também solicita esclarecimentos da jornalista, para que explique o que quis dizer com “mataram só um do outro lado”.

Leia a íntegra da nota

NOTA DE REPÚDIO

A ABRAJUC vem, a público, manifestar veementemente o seu repúdio aos comentários proferidos pela jornalista Daniela Lima, âncora do jornal televisivo da CNN Brasil.

Na data de ontem, 07 de maio de 2021, durante reportagem sobre a Operação da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro na favela do Jacarezinho, zona norte da capital carioca, Daniela teceu comentários sobre a supracitada incursão policial, dentre eles, um que se destaca, gerou estranheza e repulsa na população em geral, o qual descrevemos in verbis:

“Raquel, 25 mortos, 1 policial. E o discurso da Polícia é que tava (sic) todo mundo fortemente armado. Aparentemente, tavam (sic) muito armados, mas não sabiam atirar, né? Porque, eram 24 armados e mataram só 1 do outro lado, mas morreram todos esses né?”

Vale ressaltar que o Policial Civil André Frias, cruelmente assassinado, deixou uma mãe acamada com AVC, esposa e um enteado de 10 anos de idade. Deixou também o sonho de servir à população carioca integrando as forças policiais que briosamente defendem a lei, a ordem e a paz.

A ABRAJUC, comungada com o sentimento patriótico de sensatez e justiça, solicita esclarecimentos sobre a fala da senhora Daniela Lima, para que explique o que quis dizer com “mataram só um do outro lado”, bem como reclama à CNN Brasil acerca de uma melhor conduta de seu quadro pessoal de repórteres e jornalistas para com o trato profissional da notícia e da informação, instrumentos imprescindíveis para a manutenção da democracia e do Estado de Direito.

Por fim, a Associação Brasileira de Juristas Conservadores se solidariza com os familiares e colegas de farda do Policial André Frias, ofertando suas sinceras condolências a todos os que conviveram com este guerreiro perspicaz.
 

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: