fbpx

Aumenta pressão sobre Mike Pence



Aumenta nesta quarta-feira, 6, a pressão para que o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, não certifique os votos eleitorais em estados onde há evidências de fraude.

O presidente Donald Trump chegou a publicar um tweet nesta manhã pedindo que Pence “faça isso”. O nome de Pence está entre os assuntos mais comentados do Twitter nesta quarta.

“Os estados querem corrigir seus votos, agora sabem que houve irregularidade e fraude, e que o processo corrupto nunca recebeu aprovação legislativa. Tudo que Mike Pence precisa fazer é mandá-los de volta aos estados, E NÓS GANHAMOS. Faça isso Mike, é um momento de extrema coragem”, publicou.

Alguns especialistas jurídicos disseram não acreditar que Pence – ou qualquer outro vice-presidente – tenha muito poder durante a Sessão Conjunta do Congresso, classificando seu papel como meramente “cerimonial”.

Pence, na qualidade de vice-presidente, atua como presidente do Senado, como explicou o jornalista do Terça Livre, Max Cardoso, durante o Boletim da Manhã de hoje.

Uma reportagem do New York Times usando fontes anônimas, afirmou que Pence disse a Trump que ele tem “pouco poder”. Trump, no entanto, negou que Pence tenha dito isso.

“A reportagem do New York Times sobre os comentários que o vice-presidente Pence supostamente fez para mim hoje é falsa. O vice-presidente e eu estamos de acordo total que ele tem o poder de agir”, disse Trump em comunicado.

Além disso, o presidente acredita que Pence tem prerrogativas previstas na Constituição e pode “cancelar a certificação dos resultados ou devolvê-los aos estados” que são contestados.

“Ele também pode cancelar a certificação dos resultados ilegais e corruptos e enviá-los à Câmara dos Deputados para uma tabulação estadual”, observou.

Objeções

Como já noticiou o Terça Livre, dezenas de deputados e senadores do Partido Republicano prometeram fazer objeções aos votos em estados-chave durante a Sessão Conjunta.

Após a objeção, um debate será realizado por várias horas em cada estado antes que uma votação por maioria simples seja realizada.

Pence disse a uma multidão de participantes do comício na Geórgia, que compartilha das preocupações em relação à fraude eleitoral no estado e em outros locais.

“Compartilho as preocupações de milhões de americanos sobre irregularidades na votação”, disse Pence. “E eu prometo a vocês. Nesta quarta-feira, nós teremos nosso dia no Congresso. Vamos ouvir as objeções. Vamos ouvir as evidências. ”

A Sessão Conjunta do Congresso está prevista para as 13h desta quarta-feira.

Veja mais informações no Boletim da Manhã:

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: