fbpx

Biden começa a desfazer medidas de Trump contra o aborto



O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, começou a desfazer medidas da administração de Donald Trump contra o aborto. Biden autorizou na última quarta-feira (14) que clínicas poderão encaminhar, amplamente, mulheres para fazer abortos.

Mesmo evitando a suspensão completa e imediata da medida de Trump, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) do governo Biden informou que continuará seguindo a promessa de campanha do atual presidente de reverter a política de “planejamento familiar”.

Conhecido como Título X, o programa federal de “planejamento familiar” existe há 50 anos e disponibiliza cerca de US$ 286 milhões/ano em subsídios para promover indiretamente o assassinato de bebês entre mulheres de baixa renda.

Segundo informações do Epoch Times, durante o governo Trump era exigido que as clínicas financiadas pelo governo federal se separassem financeira e fisicamente das instalações que oferecem abortos. Além disso, o aconselhamento sobre aborto foi designado como uma prática opcional em vez de padrão, e foram colocados limites para os membros da equipe discutirem o aborto com os pacientes, entre outros requisitos.

Atualmente, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos de Biden informou que sua proposta de reversão das regras restaurará o programa ao modo como funcionava no governo do ex-presidente Barack Obama, quando as clínicas eram capazes de encaminhar mulheres que buscavam abortar.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: