fbpx

Biden excomungado

biden


Em outubro de 2019, Pe. Robert Morey, pároco de St. Anthony Catholic Churchum na Carolina do Sul, corretamente, negou a comunhão ao então pré-candidato Joe Biden.

Publicamente a favor do aborto, Biden, pelo Código de Direito Canônico, automaticamente é declarado excomungado.

Em um evento, o candidato prometeu “eliminar todas as mudanças que Donald Trump fez” aos programas de planejamento familiar, e disse que aumentaria o financiamento da Planned Parenthood, a maior provedora de aborto do país.

“A Sagrada Comunhão significa que somos um com Deus, entre nós e com a Igreja. Nossas ações deveriam refletir isso. Qualquer figura pública que defenda o aborto se coloca fora dos ensinamentos da Igreja, está fora dessa Comunhão. Como sacerdote, é minha responsabilidade ensinar às almas encomendadas ao meu cuidado, e devo fazê-lo inclusive nas situações mais difíceis.” Disse o sacerdote.

Segundo o Código de Direito Canônico (CDC, cân. 915), um sacerdote tem a liberdade de negar a Comunhão a um excomungado, a alguém que esteja sendo investigado para a excomunhão e a uma pessoa que opte por viver em pecado mortal. Tanto a prática quando o favorecimento ao aborto conferem excomunhão automática (Latae sententiae).

Quem procurar o aborto, seguindo-se o efeito, incorre em excomunhão latae sententiae.
(CDC, cân. 1398)

“Vou manter o Sr. Biden em minhas orações.” Disse Padre Morey.

Fonte: “Florence Morning News” e “The Church Pop”.

Assine o Terça Livre Premium.

 

 

Sobre o Colunista

Avatar

Christiano Reis França

Jornalista e revisor de texto do Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: