fbpx

Bolsa de Valores de NY irá remover empresas chinesas de telecomunicações



A Bolsa de Valores de Nova York, nesta quarta-feira (6/1), informou que removerá três empresas de telecomunicações chinesas a partir de 11 de janeiro.

A medida ocorre um dia depois que o secretário do Tesouro dos EUA, Steve Mnuchin, disse ao chefe da NYSE que discordava de sua decisão anterior de reverter o desistings.

A última medida marca a terceira reviravolta, em meio à confusão sobre as regras estabelecidas pelo governo Trump e a escalada das tensões dentro de Washington sobre a política da China.

A bolsa reverteu, na segunda-feira, uma decisão anunciada na semana passada de remover a China Mobile, China Telecom Corp. e China Unicom Hong Kong. A bolsa de valores disse que suspendeu o fechamento do capital após consultar os reguladores em relação ao Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro dos EUA.

Os planos para remover as três empresas chinesas foram motivados por uma ordem executiva da Casa Branca, emitida em 12 de novembro de 2020. A ordem visa proibir investimentos dos EUA em empresas chinesas designadas pelo Pentágono como tendo ligações com os militares chineses, citando ameaças aos cidadãos dos EUA segurança.

As três empresas estavam entre 35 empresas chinesas na lista do Pentágono.

Anteriormente, a MSCI Inc. , a FTSE Russell , a S&P Dow Jones e a Nasdaq anunciaram a retirada de algumas empresas chinesas de seus índices, em cumprimento à ordem executiva.

O Partido Comunista Chinês, por meio de sua estratégia nacional agressiva chamada “Fusão Civil-Militar”, canaliza as inovações das empresas chinesas para as forças armadas chinesas, visando seu desenvolvimento tecnológico, afirma a ordem executiva de Trump.

Na terça-feira, Mnuchin disse à presidente da NYSE, Stacey Cunningham, que discordava da decisão anterior da bolsa.

O Pentágono também criticou a decisão em um comunicado ao Bloomberg News, observando que manter as empresas na bolsa “promove atividades de coleta de inteligência” por Pequim. Mas a declaração foi retirada posteriormente.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: