fbpx

Bolsonaro anuncia o projeto MEI Caminhoneiro



O senador Jorginho Mello (PL/SC), ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou o projeto MEI Caminhoneiro. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (25), na saída do Palácio da Alvorada.

A medida tem como intuito inserir os caminhoneiros em uma categoria diferenciada do Microempreendedor Individual. A nova categoria procura um limite maior de receita anual, que atualmente é de R$ 81 mil ao ano para todos que integram o MEI. Esse limite passará a ser de R$ 300 mil para a categoria.

O PLP 147/2019, de autoria do senador catarinense, foi aprovado pelo Senado e está em análise na Câmara dos Deputados. A medida estende a mais de 800 mil caminhoneiros autônomos de todo o país os benefícios de atuarem como microempreendedores individuais.

“Eles vão ter o CNPJ, vão poder comprar pneu, peça que hoje eles não compram. Vão contribuir para o governo; não é um presente, é só uma reivindicação de muitos anos dos 800 mil caminhoneiros do Brasil”, afirmou o senador.

O parlamentar afirmou também que os caminhoneiros pagarão uma alíquota de 11% sobre o salário mínimo para poder entrar para a nova modalidade do MEI. Segundo Mello, a matéria será aprovada ainda nesta semana.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: