fbpx
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Bolsonaro diz que Moraes promove operações intimidatórias



 

Em entrevista à rádio 93 FM do Rio de Janeiro nessa quinta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o ministro do STF Alexandre de Moraes e o ministro Luis Roberto Barroso, presidente do TSE.

Bolsonaro foi questionado sobre a proposta do voto auditável e criticou as ações de Barroso para impedir a medida e qualquer questionamento.

Em sua fala, o presidente lembrou que muitos têm “medo” de criticar o Supremo, pois o ministro Moraes promove “operações intimidatórias.”

“O senhor Alexandre de Moraes acusa todo mundo de tudo, bota como réu no seu inquérito. Inquérito sem qualquer base jurídica para fazer operações intimidatórias, busca e apreensão, ameaça de prisão ou até mesmo prisão. É isso que ele vem fazendo. A hora dele vai chegar porque está jogando fora das quatro linhas da Constituição há muito tempo. Eu não pretendo sair das quatro linhas para questionar essas autoridades. Mas acredito que esse momento está chegando”, afirmou.

Em seu perfil no Twitter, Alexandre de Moraes classificou as declarações como “vazias e agressões covardes.”

“Ameaças vazias e agressões covardes não afastarão o Supremo Tribunal Federal de exercer, com respeito e serenidade, sua missão constitucional de defesa e manutenção da Democracia e do Estado de Direito”, disse o ministro.

Assista aos comentários da notícia:

 

Sobre o Colunista

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: