fbpx

Brasil é soberano e não está obrigado a seguir orientações da OMS, afirma Pazuello

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado


O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, presta depoimento nesta quarta-feira (19) na CPI da Covid. O militar foi questionado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL) sobre orientações que recebeu do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Pazuello respondeu que a solicitação que recebeu de Bolsonaro foi “fazer a coisa acontecer o mais rápido possível”. “As minhas ações como ministro nunca foram contrapostas pelo presidente. Nunca me orientou ou desautorizou em nenhum momento”, afirmou.

O general da ativa também afirmou que o Brasil é soberano e está desobrigado de seguir orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“A OMS e a OPAS estavam presentes diariamente conosco no Ministério. A OMS e a OPAS não impõem nada para nós. Nossa decisão é plena. O Brasil é soberano pra tomar suas próprias decisões em qualquer área, inclusive na área da saúde. Não somos obrigados a seguir nenhum tipo de orientação de OMS ou de ONU. Somos soberanos”, declarou.

Assista ao Boletim da Manhã desta quarta-feira (19) para mais informações sobre o depoimento de Pazuello na CPI da Covid:

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: