fbpx

Brasil revoga imposto de exportação de armas



 

O governo federal anunciou a extinção do imposto de exportação de armas e munições brasileiras vendidas para países da América do Sul e América Central. A decisão foi publicada na última segunda-feira (26) no Diário Oficial e entra em vigor em sete dias.  

Antes da resolução assinada pelo secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, armas e munições brasileiras exportadas eram tributadas em 150% há mais de 20 anos.

Segundo o Ministério da Economia, “a medida está alinhada à agenda governamental de redução dos custos de comércio e elimina uma distorção”, ressaltando ainda que “a decisão final foi tomada após amplas discussões e consultas a diversos órgãos do governo”.

“Como regra, o Brasil evita a utilização do Imposto de Exportação, em razão de seus efeitos usualmente negativos sobre eficiência econômica, além do impacto negativo da tarifa em investimentos no Brasil, entre outros pontos”, acrescentou a pasta.

Em dezembro de 2020, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) também zerou o imposto de importação de pistolas e revólveres. 

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: