fbpx

BREXIT: Reino Unido e União Europeia chegam a acordo



O Reino Unido chegou a acordo com a União Europeia sobre o Brexit. O presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker eo primeiro-ministro britânico Boris Johnson já anunciaram ter o acordo fechado, tendo sido alcançada uma solução para a questão das Irlandas.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, encontra-se em Bruxelas, reunido com Juncker num encontro protocolar, e deverá também fazer um anúncio do novo acordo ainda hoje (17).

“Apesar de lamentar profundamente o resultado do referendo de 23 de junho de 2016, continuo a acreditar que a União Europeia é melhor servida se houver uma saída ordenada e amigável do Reino Unido da nossa União”, escreveu Jean-Claude Juncker em uma carta ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, publicada no Twitter.

“No entanto, a ratificação do acordo de saída tem sido difícil no Reino Unido. De modo a ajudar o primeiro-ministro britânico a garantir a maioria necessária na Câmara dos Comuns, as negociações com o Reino Unido foram retomadas em setembro deste ano”, explicou.

De acordo com o presidente da Comissão Europeia, as negociações estão focadas no protocolo para a Irlanda e “procuraram identificar uma solução mutuamente satisfatória que dê resposta às circunstâncias específicas dessa ilha”.

“Os negociadores discutiram também a Declaração Política que estabelece o enquadramento da futura relação entre a União Europeia e o Reino Unido”, avançou Juncker.

“Acredito que é o momento de completar o processo de retirada e seguir em frente, tão rapidamente quanto possível, para [proporcionar] as negociações sobre a futura parceria da UE com o Reino Unido”, concluiu, na carta endereçada ao presidente do Conselho Europeu.

Novo acordo

Boris Johnson também já anunciou no Twitter o que já considera um “grande novo acordo”.

“Agora o Parlamento deverá concluir o Brexit no sábado para que possamos seguir em frente com outras prioridades como o custo de vida, o serviço nacional de saúde, os crimes violentos e o nosso ambiente”, declarou o primeiro-ministro britânico. As informações são da Agência Brasil.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

2 Comentários

Clique aqui para comentar

  • E porque a Inglaterra quer sair da comunidade européia ?
    Os ingleses acham que há uma entidade supranacional que subjuga todos os países europeus , esta tal de Comunidade Européia, com sede em Bruxelas.
    E porque esta tal de Comunidade Européia ?
    Se voltarmos na História , as guerras mais ferozes e sangrentas ocorreram na Europa , com no maximo 20 anos de paz , e depois das guerras , como a 1a. e 2a. grandes guerras mundiais que deixaram toda Europa de joelhos.
    A bem da verdade , depois que acabou a 2a. grande guerra , a Europa passou por um periodo longo de paz e prosperidade, mas isto não vem gratis . Alguma coisa é dada em troca , sua liberdade de começar guerras , e os ingleses acham que está na hora de parar com isto.
    Vamos ver aonde isto vai dar, pois a Inglaterra é um exemplo de decadencia de uma potencia mundial , e hoje não passa de um cachorrinho amestrado dos americanos , e pior , os ingleses gostam disto.

  • Ledo engano. Para os trabalhadores ingleses a União Européia só trouxe desalento e miséria. Vejam a indústria da pesca, outrora pujante. Agora estão proibidos de trabalhar porque devem respeitar os demais países. Simplesmente acabou a indústria na Inglaterra. Por que será que a Suiça a não quer ? Os países abdicam de sua soberania e as decisões passam a ser de responsabilidade dos burocratas – que ninguém sabe quem são – da tal União Européia.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: