fbpx

Caminhoneiros protestam pela redução do ICMS em Minas Gerais

Foto: Divulgação/Sindtaque-MG)


Caminhoneiros do transporte de combustíveis em Minas Gerais, conhecidos como “tanqueiros”, iniciaram uma greve nesta quinta-feira (25) reivindicando a redução de 3% no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado sobre o óleo diesel.

Segundo o Sinditanque, sindicato que representa a categoria, mais de 300 caminhões estão parados, o que já reflete no abastecimento dos postos de combustíveis de Belo Horizonte e região metropolitana. Segundo o site mineiro “Hoje em Dia”, em alguns postos há falta de etanol e gasolina.

Por meio de nota, o governo de Minas Gerais afirmou que “as recentes mudanças no preço dos combustíveis não são em função do ICMS, mas sim da política de preços praticada pela Petrobras”.

Já o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro) — entidade que representa os cerca de 4,5 mil postos de combustíveis do estado — apurou que vários postos já sentem os efeitos da greve, “com dificuldades para fazer pedidos juntos às distribuidoras de combustíveis e abastecer os caminhões próprios nas bases, em virtude do bloqueio da entrada e saída de veículos pelos grevistas”.

Ainda conforme a Minaspetro, caso a greve permaneça nas próximas horas, certamente haverá falta de produtos em grande parte dos postos de combustíveis do estado.

A cobrança dos tanqueiros é pela redução do ICMS cobrado sobre o diesel em Minas Gerais, que a partir de 1º de março será de R$ 0,6011/litro. No caso da gasolina, esse valor será de R$ R$ 1,6084, absurdos 32%, que somado aos outros impostos chega a quase 50% do preço pago pelo consumidor.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: