fbpx

Chanceler: ‘Brasil está pronto para demonstrar que soja não destrói a Amazônia’



O ministro das relações exteriores, Ernesto Araújo, afirmou nesta terça-feira (12) que o Brasil está pronto para demonstrar que “a soja brasileira não destrói a Amazônia”.

A afirmação é uma resposta ao desinformado presidente da França, Emmanuel Macron. Segundo ele, “continuar a depender da soja brasileira seria endossar o desmatamento da Amazônia”.

No entanto, como noticiou a Revista Oeste, Macron não explicou que boa parte da soja plantada no Brasil está fora do bioma amazônico. Dados divulgados pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) mostram que três dos quatro maiores Estados produtores do grão na safra 2019/2020 estão totalmente fora da Amazônia: Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul.

Em milhões de toneladas no período mapeado, eles foram responsáveis pela produção de 21,5, 13,1 e 11,4 do produto agrícola, respectivamente.

Ernesto Araújo explicou que o Acordo Mercosul/UE não ameaça o meio ambiente. “Na verdade, o Acordo favorece o desenvolvimento sustentável em suas 3 dimensões: ambiental, social, econômica”, escreveu no Twitter.

De acordo com o chanceler, o Acordo Mercosul aumentará a competitividade da indústria e dos serviços das duas regiões diante do resto do mundo e reforçará os compromissos ambientais também de ambas, além de ampliar mercados agrícolas reciprocamente de forma sustentável.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: