fbpx

CLOROQUINA: POR QUE A TV ESCONDE A CURA?



Sobre o Colunista

Redação Terça Livre

Redação Terça Livre

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Coronavírus, a grande experiência.
    Depois de disseminado o vírus que se espalhou pelo mundo, a China apresentou resultados com as várias medidas de segurança, muitos morreram de fato, mas a maioria do povo agora respira aliviada; e tocam a vida que lhes cabe vivendo em um regime comunista. No resto do Mundo o vírus ainda se propaga com menos intensidade e, mesmo assim causando mortes. Alguns países tomaram atitudes drásticas fechando tudo, comércio, indústria e outros serviços. No Brasil não foi diferente. Por aqui a pandemia causou pânico em toda a população, salvo aqueles que, conscientemente, reconhecem que as determinações de alguns governadores foram extremas.
    A obediência em atender as determinações dos governos estaduais fez com que cidades e municípios seguissem o mesmo caminho, causando um caos em todos os serviços, ficando de fora apenas os serviços essenciais, mesmo assim, os transportes pararam.
    Essa pandemia, alardeada pela mídia, é consequência de um complô maquiavélico de grupos comunistas apoiadores de ditaduras, todos contrários a liberdade e a democracia. Tal complô faz parte de uma grande experiência de dominação ainda não percebida pela maioria dos brasileiros. A tática é sistemática, tal qual um jogo de xadrez. Em primeiro elimina-se os peões e depois o jogo segue com eliminação de peças mais fundamentais e mais fortes. Dessa forma, a China faz a experiência fora do seu território sem custo algum, deixando as despesas e prejuízos à outras nações, caso do Brasil. A obediência efetiva da população brasileira serve como demonstração: a obediência tornou-se submissão e, ajoelhados, todos nós brasileiros no encontramos enclausurados, perdemos o direito de ir e vir, nossa liberdade está nas mãos dos políticos que, por razões escusas fortalecem tal sistema, o comunismo.
    Isso é apenas uma “amostra grátis” do que podemos ter se não tomarmos providências e reagir, e de forma radical. Não podemos ter medo de reagir.
    Hoje – 27/03 – o STF determinou que todas as medidas implementadas, devem ser cumpridas e que até o presidente da república está “proibido” de incitar a desobediência mesmo através de dalgum decreto; isto quer dizer: fica determinado que perdemos nosso direito de se manifestar contra qualquer medida tomada pelos governadores, o presidente perdeu seu poder.
    Esta experiência promovida pelos comunistas é o resultado também do enfraquecimento moral das instituições brasileiras, o fortalecimento da esquerda através de subterfúgios da mídia, a perda de crédito nos noticiários e a colaboração de alguns “cientistas”, tornou-se evidente.
    As últimas notas divulgadas pela mídia é a de que nem as religiões estão não fora de contexto, O STF proibiu até mesmo de reuniões religiosas, não podemos orar, louvar ou qualquer outra atividade religiosa; perdemos o direito de crer e de ter fé.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: