fbpx

Deputada Flordelis mandou matar o marido, garante Justiça

deputada Flordelis


A Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciou, nesta segunda-feira (24), a Operação Lucas 12, para prender envolvidos na morte do pastor Anderson do Carmo, assassinado com mais de 30 tiros em 16 de junho de 2019. Conforme as investigações, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ), viúva do pastor, é a mandante do crime. Além disso, teria tentado envenenar o marido várias vezes.  Quatro filhos do casal foram presos.

A Polícia Civil do RJ e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) afirmaram, durante entrevista coletiva, que não há dúvida de que a deputada federal Flordelis é a autora intelectual da morte do marido.

O plano, segundo as investigações, começou em maio de 2018, com um envenenamento em doses por arsênico ou cianeto, e terminou com a execução.

“Flordelis, além de arquitetar todo esse plano, financiou a compra dessa arma, convenceu pessoas a realizar esse crime, avisou sobre a chegada da vítima ao local e tentou ocultar provas. Não resta a menor dúvida de que ela foi a autora intelectual, a grande cabeça desse crime”, afirmou o delegado Allan Duarte.

“Quando ela fala com um dos filhos sobre os planos de matar Anderson, ela disse: ‘Fazer o quê? Se eu separar dele, vou escandalizar o nome de Deus’”, afirmou o promotor Sérgio Luiz Lopes Pereira, do Grupo de Atuação Especializada e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público.

“Uma associação criminosa que começou para matar por envenenamento, depois por arma de fogo, e por último para fraudar as investigações, com uso de contrainformações”, finalizou o promotor.

No total, os agentes cumprem nove mandados de prisão e outros 17 de busca e apreensão no Estado do Rio de Janeiro e no Distrito Federal. Sete pessoas foram detidas. Uma delas, em Brasília, é Rayane dos Santos Oliveira, neta da parlamentar.

Os alvos dos mandados de prisão preventiva são Marzy Teixeira da Silva, filha adotiva de Flordelis; Simone dos Santos Rodrigues, filha biológica; André Luiz de Oliveira, filho adotivo e ex-marido de Simone; Carlos Ubiraci Francisco da Silva. filho adotivo; Rayane dos Santos Oliveira, filha adotiva; Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico; Adriano dos Santos Rodrigues, filho biológico; Marcos Siqueira Costa e Andrea Santos Maia, mulher de Marcos Siqueira.

Flordelis é uma das 11 pessoas denunciadas pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Ela vai responder por homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima), associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso. Pelo envenenamento, responderá por tentativa de homicídio.

De acordo com a Justiça, Anderson foi morto por questões financeiras. Contudo, apesar das acusações, a deputada federal não pode ser presa em razão da imunidade parlamentar, o chamado foro privilegiado, ou seja, o processo seguirá para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Com informações, Revista Oeste

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...