fbpx

Desencontros provocados



 

A falta de grandeza das autoridades públicas do país está provocando um conjunto de debilidades na economia. Discursos sobre estabilidade fiscal feitos por verdadeiros esbanjadores é sinfonia sem instrumentos de corda.

É nítida a necessidade da reforma do Estado e de redimensionamento das estruturas federativas que alcancem novo pacto para a governabilidade central e dos entes da República.

A insistência do governo federal em repactuar as relações políticas e econômicas, como súplica oração, junto aos demais Poderes, exibe lucidez e sinceridade de propósito.

Queda das commodities em função de pressão regulatória da China e outras eventuais manipulações são do jogo e do ambiente de mercado. Contudo, pressões internas desagregadoras implodem qualquer tentativa de reversão de cenário adverso internacional.

Neste último dia de agosto, o Ibovespa fechou em queda de 0,8% a 118.781 pontos, desvalorizando no período 2,48%.

Espero que não tenhamos um “Setembro Negro”.

Sobre o Colunista

Carlos Dias

Analista político. Especialista em Política e Estratégia pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra. Escritor, Jornalista e Filósofo independente. Membro Honorário da Academia Brasileira de Filosofia. Membro do Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos - CEBRES.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: