fbpx

Donald Trump volta aos grande comícios



 

O ex-presidente norte-americano Donald Trump realizou seu primeiro grande comício desde que deixou a Casa Branca. No último sábado (26), o republicano falou a uma grande plateia de seguidores em Wellington, no estado norte-americano de Ohio.

Durante o comício, realizado em apoio ao pré-candidato Max Miller para as eleições do Congresso em 2022, Trump aproveitou para criticar os legisladores republicanos que se opuseram às alegações de fraude nas eleições passadas. Trump afirmou  ainda que a eleição de novembro passado foi “a fraude do século”.

“Foi manipulada. Vencemos a eleição com uma vitória esmagadora. Vocês sabem disso, eu sei disso, e vocês sabem quem mais sabe? Os responsáveis pelas notícias falsas sabem disso”, declarou Trump.

O ex-presidente não falou se vai concorrer à presidência dos Estados Unidos novamente. Segundo sua equipe, a prioridade do momento é eleger o maior número de republicanos alinhados a Trump nas eleições de meio de mandato do ano que vem. No entanto, o ex-presidente também sugeriu uma próxima candidatura: “vencemos a eleição duas vezes e é possível que tenhamos de vencê-la pela terceira vez. É possível”.

Conforme informou a Gazeta do Povo, Trump afirmou ainda que nunca vai parar de lutar pelos verdadeiros resultados da eleição, mesmo que democratas ou “RINOs” (republicanos apenas no nome – republicans in name only) se interponham no caminho. 

“Em muitos casos, os RINOs são piores do que os democratas. Eles pensam que podem governar nosso país como uma ditadura, mas o povo americano é muito inteligente, corajoso e destemido. E não vamos deixar isso acontecer”, afirmou o ex-presidente.

O evento em Ohio foi a primeira de três aparições públicas programadas, seguido por uma viagem à fronteira dos Estados Unidos com o México, junto ao governador do Texas, Greg Abbott, em 30 de junho, além de um comício em Sarasota,  na Flórida, em 3 de julho.

O analista político Paulo Figueiredo Filho comentou durante o Radar da Mídia de segunda-feira (28) sobre a grande disputa que existe dentro do Partido Republicano atualmente.

“Há uma disputa entre o que muita gente chama de ‘trumpismo’ – o próprio Trump chama de movimento MAGA (Make America Great Again) -, contra aquele antigo Partido Republicano, do qual a dinastia Bush fazia parte, que muita gente costumava chamar de neoconservadores”, disse o analista.

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: