fbpx

Doria anuncia chegada de doses da Coronavac ainda esta semana



Em coletiva de imprensa nessa segunda-feira (26/10), o governador de São Paulo, João Doria, declarou que seis milhões de doses importadas da Coronavac pelo Instituto Butantan deverão chegar no Brasil até o final desta semana, mas só poderão ser aplicadas após aprovação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa).

A liberação da compra inicial das doses prontas da vacina contra a Covid-19 foi autorizada pela Anvisa na última sexta-feira (23/10). 

Enquanto a eficácia da vacina candidata da Sinovac não for comprovada, as doses deverão permenecer congeladas e armazenadas no Instituto Butantan.

O governo paulistano também conta com a liberação da Anvisa para receber insumos para produzir outras 40 milhões de doses do imunizante, em fase de testes contra o novo coronavírus, pelo Instituto Butantã.

Inicialmente, 46 milhões de  doses deverão ser fornecidas até dezembro de 2020, conforme assinado em termo de compromisso entre governo do estado e a farmacêutica chinesa no dia 30 de setembro.

No total, sete vacinas estão sendo testadas no Brasil, são elas: CoronaVac, Pfizer e BioNTech, Johnson e Johnson, Universidade de Oxford e Astrazeneca, Sinopharm, Covax e Sputinik V.

Os ensaios clínicos com as quatro primeiras foram aprovadas pela Anvisa.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...