fbpx

Doria comprará a vacina chinesa mesmo se for reprovada

João Doria


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que mesmo se as vacinas do laboratório chinês forem reprovadas pelas autoridades, irá comprar e disponibilizar para todos os governos estaduais. Disse também que muitos governadores já manifestaram interesse na vacina, sem no entanto citar nomes. As declarações foram feitas durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira (28), no Palácio dos Bandeirantes.

As declarações do governador apimentam a guerra travada contra o presidente da República.

“O ideal é fazer o rito dos últimos 50 anos, com aquisição e distribuição pelo Ministério da Saúde. Mas se houver negativa por razão política ou ideológica, São Paulo comprará e disponibilizará a vacina para todos os governos estaduais”, disse o governador.

Conforme noticiou o Terça Livre o ministro da Saúde Eduardo Pazuello  já incluiu a vacina do Instituto Butantan no Programa Nacional de Imunização (PNI).

“Muitos já se manifestaram e entendem que é incompreensível a posição do Bolsonaro de ser contra uma vacina que tem demonstrado eficiência. Vai finalizar testagem e vai ter aprovação da Anvisa, então não vai ter razão para impedir distribuição e acesso a todos os brasileiros. E quanto mais cedo tivermos vacinas, mais brasileiros serão salvos”, afirmou o tucano.

Anvisa já liberou a importação de 6 milhões de doses da CoronaVac que virão diretamente da China. Já as outras 40 milhões de doses seriam fabricadas no instituto Butantan com a matéria-prima fornecida pelo laboratório chinês.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...