fbpx

Doria tem pressa para aplicar vacina chinesa em SP: ‘Março é tarde’



O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (7) o Plano Estadual de Imunização contra o vírus da China.

O governo estadual quer correr com a vacinação dos paulistas e a campanha está prevista para começar já em 25 de janeiro.

Já o plano de vacinação do governo federal está previsto para o mês de março. “Março é tarde”, declarou o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn.

“Por que vacinar em março se podemos vacinar em janeiro”, questionou João Doria, acusando o governo federal de ser “negacionista” em relação à vacina chinesa.

As doses da Coronavac estão sendo produzidas pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Conforme já noticiado pelo Terça Livre, a farmacêutica esteve envolvida em um escândalo de corrupção e pagamento de propina para a liberação de seus imunizantes na China entre 2002 e 2011.

O fundador e presidente-executivo da Sinovac, Yin Weidong, admitiu ter dado mais de US$ 83 mil em propina para um oficial regulador que supervisionava as análises de vacinas, Yin Hongzhang e sua esposa.

Esse mesmo presidente executivo da Sinovac não foi acusado e continua a supervisionar a campanha de vacinação contra o coronavírus da empresa este ano.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda não aprovou a Coronavac.

O Butantan informou que a previsão é a de que as informações sobre a vacina sejam enviadas até o fim desta semana e que a Anvisa decida se a Coronavac cumpre todos os requisitos até a primeira semana de janeiro.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: