fbpx

E se fosse o contrário?

black lives matter


Cidadãos dos Estados Unidos testemunham manifestos nas últimas semanas de eleitores conservadores, pró-Trump, contra fraudes nas urnas. Eles saem às ruas vestidos com símbolos nacionais nas roupas, carregando a bandeira do país e entoando o hino pátrio. Ordeiros, pacíficos.

Porém, durante o ano inteiro de 2020 foram expectadores de um show de horrores cívico sem fim. Manifestantes de esquerda, alinhados aos democratas, saem para a violência e partem para o vandalismo. Antifas, Black Lives Matter, entre outros grupos canhotos, agem como uma nuvem de gafanhotos, destruindo o que encontram pela frente, não poupam nada e se orgulham disso. É um comportamento psicopático, ausência de culpa, incapacidade de empatia, retroalimentados por um discurso histérico e irracional.

Assim, o cenário político-cultural norte-americano se desenvolve e, é claro, fornece parâmetros que antes no apagar das luzes de 2020 já são mais que suficientes para entender quem é quem, e separar o joio do trigo.

Isto é claro, contando o status quo eleitoral: denúncias eleitorais que tendem à judicialização do pleito, cujos acusados são os comunistas progressistas do Partido Democrata.

O final disso pode ser a prisão de um pessoal que clama por democracia, mas luta por ditadura. A raiz da esquerda é a mentira, a ninguém é segredo o que nomes como Lenin, Stalin, Mao, Castro e demais, não foram outra coisa senão ditadores. E mentira meus caros, é só outro termo cujo significado remete à fraude novamente.

No entanto, questione-se: e se fosse o contrário? E se Trump fosse declarado vencedor, comemorado pelo ativismo mercenário de uma imprensa parcial e que já não tenta se esquivar do rótulo de esquerdista?

Se isto acontecesse, qual seria o nível de caos que a esquerda estaria gerando no país?

O analista político Paulo Figueiredo comentou isso no programa Radar da Mídia que foi ao ar na noite de ontem (23) no canal do Terça Livre no Youtube.

Confira o comentário

Sobre o Colunista

Ricardo Roveran

Estudante de artes, filosofia e ciências. Jornalista, crítico de arte e escritor. Escrevo por amor e nas horas vagas salvo o mundo.

Twitter: @RicardoRoveran

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: