fbpx

Eduardo Bolsonaro apresenta projeto de lei em que equipara comunismo ao nazismo

Eduardo Bolsonaro 5


O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) apresentou um projeto de lei para criminalizar a ideologia comunista e equipará-la ao nazismo, cuja apologia já é considerada crime pela atual legislação brasileira. 

O projeto de lei apresentado, segundo ele, foi inspirado em uma lei aprovada pela Ucrânia em 2015 e “visa impedir genocídios, que são o resultado do nazismo e do comunismo, assim como o código penal criminaliza o assassinato individual ao prever o crime de homicídio”.

O PL mudaria pontos da Lei de Segurança Nacional (7.170) de maneira a punir com penas de 9 a 15 anos de prisão opositores políticos identificados com o comunismo. 

“Meu projeto de lei visa impedir genocídios, que são o resultado do nazismo e do comunismo, assim como o código penal criminaliza o assassinato individual ao prever o crime de homicídio”, comentou Eduardo no Twitter.

Na justificativa do projeto ele utiliza fáticos: o Holodomor na Ucrânia, perpetrado pelos comunistas soviéticos, e o Holocausto, realizado pelos nazistas alemães.

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...