fbpx

Embaixada da China na Suécia ameaça jornalista independente



A embaixada da China na Suécia, na última sexta-feira (9), envolveu-se em uma briga política com o país europeu, depois que seu embaixador, Gui Congyou, foi acusado de “ameaçar” o jornalista independente sueco Jojje Olsson, que escreve para o jornal Expressen.

Segundo o jornalista Olsson, ele teria recebido um e-mail da embaixada, no qual era acusado de “corrupção moral”, além de exigir que o jornalista encerrasse sua cobertura crítica sobre o Partido Comunista da China (PCCh) ou “enfrentasse as consequências de suas próprias ações”.

Com a declaração da embaixada, membros de diversos partidos, como o Democrata Cristão e Democrata Sueco, reiteraram o pedido para expulsar o embaixador do regime comunista.

A ministra sueca das Relações Exteriores, Ann Linde, no último sábado (10), classificou a atitude do regime comunista como “completamente inaceitável”, porém informou que a Suécia não expulsaria o embaixador chinês.

Já a embaixada do PCCh, em nota divulgada no domingo (11), alegou que “a China é um país cortês e respeitoso, que acredita no respeito mútuo. Somente quando alguém respeita os outros, será respeitado. Quem dá rosas aos outros é o primeiro a cheirar o sabor, mas quem joga lama nos outros tem sujeira nas mãos”.

A vice-presidente do Riksdag Parlamento da Suécia e porta-voz do Partido do Centro Sueco para Relações Exteriores, Kerstin Lundgren, em uma entrevista ao jornal EuroNews, reconheceu que “o comportamento do embaixador é bem conhecido”, dizendo ainda que ela e seus colegas estão acompanhando de perto os abusos cometidos pelo regime chinês.

“Já o vimos atacar jornalistas antes. Expulsá-lo não fará diferença – ele receberá uma estrela dourada de volta para casa por suas ações e outro virá para cá com o mesmo mandato. O Partido Comunista da China quer censurar e fechar, e garantir que só uma história seja contada. O embaixador age sob as ordens do regime comunista e nós vemos isso”, declarou Lundgren.

A vice-presidente também informou que os políticos suecos continuarão defendendo a liberdade de expressão no país. “Todos nós apoiamos claramente os jornalistas e a liberdade de expressão”, disse ela. “Não somos seguidores da China e eles não ganharão seguidores com esse comportamento”, finalizou.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: