fbpx

Especialistas estão ‘intrigados’ por Japão ter controlado coronavírus sem isolamento



Especialistas estão “intrigados” com o fato de o Japão ter controlado o vírus chinês sem implantar medidas de isolamento social.

De acordo com a Bloomberg, “o país conseguiu o objetivo ignorando em grande medida o manual padrão de outras nações” e “não foram impostas restrições à mobilidade de residentes, e empresas, como restaurantes e salões de beleza, permaneceram abertas”.

Também não foram implantados aplicativos de “alta tecnologia” que rastreavam os movimentos das pessoas, como está sendo feito, por exemplo, em São Paulo, onde o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) envia mensagens à população via celular quando estão em locais de “aglomeração”.

Outra ressalva é que o Japão não possui um centro de controle de doenças. “Quando os países foram exortados a ‘testar, testar, testar’, o Japão testou apenas 0,2% da população, uma das taxas mais baixas entre países desenvolvidos”, informou a Bloomberg. “No entanto, a curva foi achatada, com mortes bem abaixo de mil, de longe o menor número entre países desenvolvidos do G-7. Em Tóquio, com alta densidade populacional, os casos caíram para um dígito na maioria dos dias”.

O Japão entrou, mas deve deixar o estado de emergência em apenas algumas semanas. O status já foi suspenso na maior parte do país, e Tóquio e outras quatro regiões restantes deixam o estado de emergência na segunda-feira.

Uma lista amplamente compartilhada reúne 43 possíveis razões citadas em reportagens da mídia, “variando de uma cultura de uso de máscaras a uma taxa de obesidade baixa”, além da decisão “relativamente antecipada de fechar escolas”.

Uma das razões citadas também é o fato de que os japoneses emitiriam “menos gotículas potencialmente carregadas de vírus ao falar em comparação com outros idiomas”.

Sobre o Colunista

Bruna de Pieri

5 Comentários

Clique aqui para comentar

  • A ALIMENTAÇÃO É FUNDAMENTAL. DESDE O INICIO DESSA DOENÇA, VÁRIOS MÉDICOS FALARAM QUE A MAIORIA DA POPULAÇÃO IRIA SE CONTAMINAR E UMA DAS ATITUDES QUE DEVERÍAMOS TOMAR PARA EVITARMOS NÃO A CONTAMINAÇÃO, MAS A DIMINUIÇÃO DOS EFEITOS DESTA, FORTALECENDO O SISTEMA IMUNOLÓGICO, ATRAVÉS DA ALIMENTAÇÃO E TOMARMOS SOL DIARIAMENTE. É O QUE EU E MINHA FAMÍLIA ESTAMOS FAZENDO.

  • Vivo aqui no Japão e não houve praticamente mudança no meu dia a dia durante o período de isolamento. Trabalhei normalmente, ia ao shopping, ao parque, mercado…Fui inclusive para Yokohama passando por Tóquio todos os domingos para ir à Igreja (foi a única paróquia que encontrei com Missas dominicais, confissões e até uma palestra sobre o Santo Sudário na Quaresma). Yokohama e Tóquio foram umas das províncias mais afetadas pelo coronavírus. Realmente o Dr. Anthony Wong estava com a razão…

  • na ásia é cultural usar máscara sempre em suspeita de qq gripe, nas escolas eles são educados a pensar sempre no coletivo acima do indivíduo, é o uso de máscara q impede a circulação de doenças respiratórias.

  • E possível isolar um gene de determinada etnia e implantar em um vírus para que ele afete apenas aquela etnia? já que os japoneses são bem distintos do restante do mundo. se é possível foi a arma biológica mais arquitetada do século.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: