fbpx

Estudante russa é morta por motorista de aplicativo



Uma estudante russa de 18 anos foi encontrada morta após pegar carona por meio de um aplicativo popular de compartilhamento de carros. De acordo com informações do The Sun, Angelina Litvinenko estava desaparecida desde a última sexta-feira (11).

O corpo da vítima foi achado em uma floresta depois de ela ter acionado uma  carona na cidade de Abakan, na Rússia, para visitar os pais no vilarejo de Krasnoturansk. A polícia local informou que as mãos da estudante foram cortadas, mas não foi revelado se o ato ocorreu antes ou depois do assassinato.

Durante as investigações policiais, foi descoberto que Angelina usou um aplicativo de carros chamado  Blabla e ligou para sua mãe dizendo que estava a caminho da casa dos pais. A estudante já havia usado o app outras vezes, porém não sabia que o motorista identificado como NV Lebedev, de 47 anos, havia cumprido uma pena de 15 anos por ter assassinado a namorada e a filha.

“Segundo nosso levantamento, Lebedev e Angelina já se conheciam por conta desse aplicativo. Ele havia dado outras caronas para a jovem, mas ela não sabia do crime que o motorista havia cometido”, expuseram.

O homem foi reconhecido depois de a família da vítima ter procurado os oficiais no dia 12 de maio,
comunicando a respeito do desaparecimento de Angelina.  Entretanto, após ligar para os policiais e afirmar que
“não havia matado a adolescente e iria provar sua inocência”, o homem desapareceu, e o veículo que costumava utilizar para as caronas foi o único pertence encontrado.

Atualmente, a polícia russa segue investigando o assassinato e realiza uma busca intensa para encontrar o fugitivo, que, segundo a equipe, pode estar escondido na Sibéria.

Fonte: Último Segundo 

 

Sobre o Colunista

Redação TL

Redação TL

2 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Eita que monstro, matou a namorada, filha e agora está moça. Esse cara devia ter pego uns 50 anos de cadeia no mínimo !

    Eu só tenho uma pergunta, um cara que mata duas pessoas teria condições para estar livre na sociedade ?

  • Se tivesse em prisão perpétua ou pego uma pena de morte, essa jovem estaria viva hoje. Bandidos que mata um ser humano, somente a perpétua (com trabalhos forçados) ou pena de morte.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: