fbpx

EUA: Flórida aprova lei que impede transgêneros de competir contra mulheres



O estado norte-americano da Flórida aprovou nesta segunda-feira (3) uma lei que impede atletas que se dizem de outro sexo (transgêneros) de competir contra mulheres. Dessa forma, o governo garante o direito de homem competir com homem e mulher competir com mulher.

A Câmara estadual já havia aprovado o projeto, mas a proposta ainda estava parada no Senado do estado, que, na última semana, aprovou o projeto por 23 votos a 16, informou o Serviço de Notícias da Flórida. Nesta semana, o governador do estado, Ron DeSantis também deu a sua aprovação.

O projeto se aplica a esportes de alunos no ensino médio e universitários patrocinados por escolas públicas, incluindo equipes internas e de clubes.

Com a nova legislação, a elegibilidade para jogar em equipes esportivas femininas será com base no “sexo biológico” presente certidão de nascimento.

Democratas e ativistas dos movimentos LGBTQ criticaram a medida, alegando que irá “destruir a vida dessas crianças e seu futuro”.

No entanto, a senadora da Flórida, Kelli Stargel, lembrou que “é de conhecimento comum: homens são mais fortes fisicamente do que mulheres”.

“[O projeto] não é para ser discriminatório. Não foi feito para atacar nenhum grupo. Não se trata disso. Trata-se de esportes, de vantagem competitiva e de capacidade de competir”, destacou a senadora. “Estamos fazendo isso para que as mulheres tenham a oportunidade de participar, de conseguir bolsas de estudo, de se destacar com outras mulheres de força e capacidade semelhantes.”

“Você pode sentar aqui e dizer que não há diferença entre homens e mulheres. Se não for esse o caso, então por que temos as contas que temos para proteger as mulheres quando se trata de agressões e estupros … sabemos que os homens são mais fortes do que as mulheres”, acrescentou Stargel.

“Isso não é contra mulheres trans… mas elas são mais fortes do que as outras mulheres do time. Há estudos que mostram que são mais fortes”, finalizou a senadora.

O jornalista Allan dos Santos também comentou em seu perfil no Twitter: “Acabou de ser aprovada uma LEI na Flórida, EUA, que IMPEDE pessoas que se dizem de outro sexo (transgêneros) de competir contra mulheres. Homem vai competir com homem e mulher vai competir com mulher”.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: