fbpx

Ex-subsecretário de Vigilância à Saúde do DF é preso pela segunda vez



A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, na manhã dessa sexta-feira (25/9), o ex-subsecretário de Vigilância à Saúde, Eduardo Hage. A ação faz parte da terceira fase da operação Falso Negativo, que investiga fraudes na compra de testes para a Covid-19.

Eduardo Hage era o único investigado na operação que conseguiu liberdade por meio de um habeas corpus.

Ele é detido pela segunda vez, um mês após ser preso na segunda fase da operação, que prendeu a cúpula da Secretaria de Saúde, incluindo o ex-secretário Francisco Araújo.

Os dois suspeitos devem cumprir prisão preventiva, ou seja, por tempo indeterminado.

A decisão judicial também determina que Erika Mesquita Teixeira, ex-gerente de Aquisições Especiais da Secretaria de Saúde, seja impedida de entrar nas dependências da pasta. Ela é uma das servidoras denunciadas no esquema.

 

Com informações, G1

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...