fbpx

F-16 intercepta avião por invadir espaço aéreo durante comício de Trump



Durante um comício do presidente Donald Trump em Bullhead City, no Arizona, nesta quarta-feira (28), um avião entrou no espaço aéreo restrito e um caça a jato foi acionado para interceptá-lo, lançando sinalizadores para impedir seu curso. O avião foi desviado sem mais incidentes.

John Cornelio, porta-voz do Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte (NORAD), disse em um comunicado à CNN que uma aeronave F-16 foi enviada na tarde de quarta-feira para investigar um pequeno avião que entrou no espaço aéreo durante o comício do presidente.

“A aeronave em violação não respondeu aos procedimentos iniciais de interceptação, mas estabeleceu comunicações de rádio depois que a aeronave do NORAD lançou sinalizadores”, disse Cornelio.

“A aeronave em violação foi escoltada para fora da área restrita pela aeronave NORAD, sem mais incidentes.”

Trump, aparentemente pego de surpresa pelo caça a jato militar que surgiu em seu comício lançando sinalizadores, disse que o avião tinha “cerca de quatro dias de idade” e divulgou seu financiamento para os militares.

Ele disse que o jato estava “tentando se exibir” para ele e chamou os sinalizadores de “uma pequena exibição” para o presidente.

Os agentes do Serviço Secreto dos Estados Unidos também reagiram à presença inesperada do jato durante o comício, com alguns movendo-se rapidamente em direção ao presidente.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...