fbpx

França pode criar crime de ‘ecocídio’



No último domingo, 22/11, ministros franceses, motivados por uma votação da convenção dos cidadãos para o clima, decidiram criar uma nova lei que prevê agora um crime de ‘ecocídio’.

Segundo o Jornal Le Monde, “Será criada uma “ofensa ecocida” com o objetivo de prevenir e punir graves danos ao meio ambiente”.

“Vamos criar um crime geral de poluição. As penas serão moduladas de acordo com a intenção do agressor. As penas incorridas variam de três anos de prisão a dez anos de prisão”, afirmou Eric Dupond-Moretti, ministro da justiça francês. Além disso, as multas poderão variar de 375 mil e 4,5 milhões de euros.

Para os cidadãos, que fazem parte da convenção pelo clima, “a proposta que será apresentada aos deputados é infinitamente menos ambiciosa do que a veiculada pela convenção dos cidadãos e não corresponde às definições internacionais de ecocídio”, lamentou o diretor e ambientalista Cyril Dion no Twitter.

O grupo que propôs a nova lei, foi criado pelo Governo Francês e conta com 150 participantes, que visam “alcançar um espírito de justiça social” e a redução da poluição no país.

Na live presidencial do dia 19/11, o presidente Jair Bolsonaro criticou a França ao responder perguntas sobre empresas estrangeiras que compraram madeira ilegal do Brasil. Bolsonaro classificou o país europeu como uma “concorrente de commodities”.

A França é um dos obstáculos nas negociações de acordo da União Europeia com o Mercosul.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: