fbpx

Fundador do Projeto Veritas processa Twitter por difamação após banimento permanente



O fundador do Projeto Veritas, James O’Keefe, entrou com um processo , na última segunda-feira (19), contra a empresa Twitter. Na ação, O’Keefe alega que a Big Tech o difamou ao afirmar que operava contas falsas na plataforma.

A ação, aberta na Suprema Corte de Nova York, no Condado de Westchester, afirma que a Big Tech difamou O’Keefe conscientemente ao afirmar que ele operava contas falsas na plataforma. A afirmação, segundo O’Keefe, ocorreu em um comunicado que a empresa emitiu explicando sua suspensão permanente da plataforma.

“A falsa acusação de que O’Keefe operava ‘contas falsas’ é particularmente prejudicial para O’Keefe, porque O’Keefe é jornalista. Como tal, sua reputação de transparência e relatórios precisos é fundamental para sua profissão”, afirma o processo.

O Twitter baniu O’Keefe permanentemente na última quinta-feira (15), sem aviso prévio ou explicação, depois que o jornalista desmascarou a linha editorial da emissora CNN.

Em vídeo divulgado pelo Projeto Veritas, o diretor técnico da CNN, Charlie Chester, ao comentar sobre a linha editorail, declarou que “o medo vende”.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: