fbpx

Garotinho tem direitos políticos suspensos por 8 anos



Perto da convenção que deveria confirmar sua candidatura ao governo do RJ, Anthony Garotinho (PRP) foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em uma ação de improbidade administrativa. Na ação, ele é acusado de desviar R$ 234,4 milhões da Secretaria estadual de Saúde entre 2005 e 2006, período no qual sua mulher, Rosinha Garotinho, governava o estado. O desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo pediu inclusão de Garotinho no “cadastro de condenados por ato de improbidade administrativa e por ato que implique inelegibilidade”, um banco de dados usado por juízes, inclusive aqueles que trabalharão nas eleições. A defesa de Garotinho diz que isso não inviabiliza a candidatura dele.

Sobre o Colunista

Redação Terça Livre

Redação Terça Livre

1 Comentário

Clique aqui para comentar

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: