fbpx

Governo de Mato Grosso poderá adquirir vacina chinesa



O governador do estado de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), formalizou na última sexta-feira (11) a intenção de adquirir a vacina chinesa Coronavac, “caso o Governo Federal não disponibilize vacina contra a Covid-19.”

Mauro Mendes e o chefe da Casa Civil do estado, Mauro Carvalho, reuniram-se com o presidente e os diretores do instituto Butantan, Dimas Covas e Cintia Lucci, ontem, em São Paulo.

“Formalizamos a intenção do Governo de Mato Grosso em adquirir inicialmente 500 mil doses, caso não haja a aquisição e disponibilização de vacina contra a Covid-19 pelo Governo Federal”, declarou o governador.

Segundo a Secretaria de Comunicação de Mato Grosso (SECOM-MT), Mendes articula a compra de vacinas com o governo federal e só irá adquirir qualquer vacina após a autorização das agências sanitárias, mas está “correndo atrás” de “todas as alternativas para resguardar a saúde da população”.

“Nossa prioridade é conseguir a vacina quanto antes, de forma segura e com autorização da Anvisa, para imunizar os mato-grossenses contra essa doença”, afirmou o governador.

“O Instituto Butantan é um organismo sério, respeitado e tem credibilidade. Conhecemos o local e tiramos as dúvidas sobre todo o processo de pesquisa e produção”, completou.

O plano de vacinação inicial de Mato Grosso, segundo o governador, teria como prioridade a imunização dos idosos, profissionais de saúde e grupos de risco.

Com informações: Secom-MT

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: