fbpx

Governo de SP multa MBL, Ciro Gomes e Amoêdo

Twitter/Ciro Gomes


 

O governo do estado de São Paulo aplicou multas ao Movimento Brasil Livre (MBL), a Ciro Gomes, João Amoêdo e outros participantes das manifestações contra o governo Bolsonaro no último domingo (12). Todos foram multados por não usarem máscara, contrariando a lei que obriga o uso do equipamento.

O governador João Doria esteve presente no evento de máscara.

De acordo com a Folha, o valor da multa é de R$ 552,71 por pessoa.

“Todos os cidadãos, incluindo figuras públicas e políticas, devem zelar pela proteção individual e coletiva. A manutenção das medidas preventivas já conhecidas e preconizadas pelas autoridades sanitárias nacionais e internacionais, que incluem o uso de máscara, seguem cruciais para prevenção contra Covid-19”, disse o Centro de Vigilância Sanitária ao Painel da Folha.

Dez pessoas foram multadas: Ciro Gomes, João Amoêdo, o senador Alessandro Vieira, membro da CPI da Pandemia, o vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos, os deputados Joice Hasselmann e Júnior Bozzella, o coordenador do MBL, Renan Santos e os deputados estaduais Arthur do Val, Heni Ozi Cukier e Isa Penna.

De acordo com o analista político Carlos Dias, Doria foi compelido a aplicar as multas por pressão e não desejaria fazê-lo.

“Doria, no seu impulso midiático permanente, de bancar o bobo da corte de forma constante, não poderia absolutamente deixar de fazer com que essas multas fossem aplicadas, porque isso o desmoralizaria de uma maneira muito clara. Ele foi compelido a isso, não tinha a menor vontade de fazê-lo”, ressaltou no Boletim da Manhã dessa terça-feira (14).

Assista aos comentários da notícia:

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: