fbpx

Governo Federal compra vacina do Butantan e da China

Doria


O Governo Federal anunciou em reunião com governadores, realizada em Brasília  nesta terça-feira (20), que a União comprará 46 milhões de doses da vacina CoronaVac do instituto Butantan e da empresa chinesa Sinovac.

Há semanas, Doria e Bolsonaro entraram em uma discussão sobre qual vacina seria comprada pela União. Parece que os dois já chegaram a um acordo. O gasto aproximado será de 2,6 bilhões até janeiro. 

O governador de São Paulo João Doria (PSDB) e mais 23 governadores foram para Brasília participar da reunião.

De acordo com o ministro da saúde a vacina será distribuída para todo Brasil por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). 

 “Temos a expertise de todos os processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de PNI. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados”, afirmou Pazuello. 

Segundo a pasta do ministério a previsão é de 140 milhões de doses no primeiro trimestre de 2021: 

  • 40 milhões via iniciativa COVAX Facility, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS)
  • 100 milhões de doses via AstraZeneca/Oxford (além dessas doses, no segundo semestre, governo deve produzir 165 milhões de doses deste imunizante).

“Somadas, as três vacinas – AstraZeneca, Covax e Butantan-Sinovac – representam 186 milhões de doses, a serem disponibilizadas ainda no primeiro semestre de 2021”.

Vale a pena ressaltar que, de acordo com o ministro  nenhuma vacina comprada saiu da fase de teste.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...