fbpx

Governo federal desmente denúncias de Luis Miranda



Em entrevista coletiva no início da noite de quarta-feira (23), o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Onyx Lorenzoni, declarou que o governo Bolsonaro vai responder às denúncias feitas pelo deputado federal Luis Miranda.

Onyx Lorenzoni afirmou que não houve favorecimento de qualquer empresa ou pessoa, além de confirmar que não houve sobrepreço e não foi feita a compra dos imunizantes. O ministro também acusou o parlamentar de ter falsificado o documento e mentir sobre o contrato para a compra da Covaxin.

Portanto, foi solicitada uma perícia dos documentos apresentados pelos irmãos à velha mídia e uma denúncia na área penal também será realizada contra os irmãos pelos crimes de denunciação caluniosa e fraude processual.

O ministro anunciou ainda que o presidente da República, Jair Bolsonaro, pediu ao ministro Chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, que solicite à Policia Federal uma investigação contra o deputado federal Luis Miranda e seu irmão Luis Ricardo Fernandes Miranda.

“O problema do Luis Miranda é que ele não está em crimes supostamente cometidos durante o seu mandato. Ele está implicado em crimes anteriores ao seu mandato, anteriores ao seu ingresso na carreira política. Isso o torna um tipo especial de pessoa em meio ao coeficiente de honestidade médio do Congresso”, apontou Italo Lorenzon durante o Boletim da Noite da última quarta-feira (23).

Assista à íntegra do comentário:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: