fbpx

Hospital de Portugal transfere pacientes sob risco de faltar oxigênio

Foto/Ana Baião


O Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF) de Portugal emitiu um comunicado nesta quarta-feira (27) informando que precisou transferir 53 doentes após problemas na rede de fornecimento de oxigênio.

O hospital garantiu que nunca houve um “colapso” na rede, que os pacientes nunca estiveram em perigo e que “está funcionando de forma estabilizada e dentro de padrões de segurança”.

O HFF informa que mantém a monitorização permanente do fluxo de oxigênio. Os problemas na rede não tiveram a ver com escassez, mas sim com a manutenção da pressão e levaram à transferência dos pacientes para outros hospitais da região de Lisboa.

Na nota divulgada hoje, o HFF agradece a solidariedade dos hospitais que receberam os doentes que estavam internados, assim como às corporações de bombeiros e empresas privadas que permitiram transferir os doentes em tempo relativamente curto.

O HFF é o hospital da região Lisboa com mais doentes de Covid-19 internados, com um total de 363 (nesta terça-feira). Segundo o hospital, houve um aumento de 400% de doentes infetados com o vírus chinês internados na  unidade desde o início do ano e muitos deles “necessitam de oxigênio em grande demanda”.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: