fbpx

Itália: letalidade do coranavírus cai em ‘segunda onda’



Ao mesmo tempo, em que o terror mundial da ‘segunda onda’ começa a ganhar força em governos de diversos países da Europa, os dados da letalidade do coronavírus, caíram cerca de 75% na Itália, em relação à primeira crise sanitária.

Em junho deste ano o número das mortes atribuídas à Covid-19 representavam 14,5% do total de casos confirmados do vírus Sars-CoV-2, quando o país acabava de voltar de rígidos períodos de lockdown, no entanto, com o progresso nos tratamentos a taxa de letalidade da doença chegou a 3,8% nos últimos dias.

Este índice vem apresentando queda desde o fim de junho, reflexo do uso de medicamentos, que têm se mostrado eficaz e testagens moleculares feitas de maneira precoce.

Durante a primeira crise sanitária, as autoridades italianas concentraram as testagens somente em pacientes que já estavam internados, com a mudança o país já registrou um recorde de 254.908 testes RT-PCR concluídos em um período de 24 horas.

A estratégia de aumento de testagem foi usada pelo governo Trump, nos Estados Unidos, o que resultou em diminuição nos números de internações, conforme informações divulgadas pelo presidente em setembro deste ano.

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...