fbpx

Joe Biden amplia proibições de Trump à China



O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, determinou nessa quinta-feira (3) a ampliação das proibições econômicas do país norte-americano à China.

Com a ampliação, 59 empresas chinesas suspeitas de estarem ligadas ao Partido Comunista da China (PCCh) não poderão mais receber investimentos de americanos. O novo ato entra em vigor em 2 de agosto.

A ordem original, decretada pelo então presidente Donald Trump em novembro de 2020 e ampliada em janeiro deste ano proibia investimentos dos americanos em 31 empresas chinesas envolvidas no “desenvolvimento e a modernização” do exército chinês e “ameaçam diretamente” a segurança dos Estados Unidos. 

Agora, a decisão do presidente democrata amplia a ordem de Trump, proibindo que “que pessoas dos Estados Unidos se envolvam na compra ou venda de quaisquer valores mobiliários negociados publicamente” de 59 entidades listadas no anexo da ordem executiva.

Entre as empresas da lista negra, encontra-se a fabricante de equipamentos de telecomunicações Huawei, a fabricante de videovigilância Hikvision, a empresa aeroespacial Aviation Industry Corp. da China e as operadoras móveis estatais China Mobile e China Telecom.

Segundo o The Epoch Times, a Casa Branca informou que o Departamento do Tesouro continuará atualizando a lista dessas entidades chinesas. A seleção será determinada pelo secretário do Tesouro em consulta com o secretário de Estado e, se for o caso, o secretário de Defesa.

O senador republicano Marco Rubio expressou preocupações sobre a decisão de Biden de transferir a autoridade para o Departamento do Tesouro.

“Sabemos com certeza que Wall Street está ajudando a financiar o esforço do Partido Comunista Chinês para enfraquecer e, em última instância, substituir a liderança americana”, disse Rubio.

“Embora o governo tenha atualizado a política da era Trump de maneira importante, estou muito preocupado com o fato do Departamento do Tesouro do presidente Biden estar muito alinhado com Wall Street para tomar as medidas necessárias para evitar que as poupanças americanas sejam usadas para financiar o Partido Comunista Chinês”, completou o senador.

Já o analista político Italo Lorenzon, durante o Boletim da Noite de quinta-feira (3), destacou a notória tensão entre Biden e a China. 

“Biden entrou na presidência obstinado a não alimentar mais aquela narrativa de que ele era ligado à China. Não que isso seja falso, sabemos que as relações dele e do Hunter Biden com a China são arquissuspeitas”, afirmou o analista.

“Eu sinceramente ainda não sei até que ponto isso pode ser jogo de cena, embora eu seja meio cético em relação a esses jogos de cena muito grandes, eu sempre tenho um pé atrás com essas teorias de que ‘não, isso aqui é só teatro’ quando se movem muitas peças do tabuleiro. Você consegue fazer um teatro com 15 pessoas, no máximo, mas quando você tem todo um emaranhado de interesses, eu já não sei”, analisou Lorenzon.

“Agora, o que provavelmente pode acontecer? Um escalonamento do que já estamos vendo, uma guerra de narrativas, a China investindo em jornalistas, na compra de meios de comunicação, pensando sempre a longo prazo, lembrando que o Xi Jinping não tem mandato e ele pode se dar ao luxo de pensar em dez, 20 anos com ele no poder da China, quanto mais agora que ele mudou a Constituição e permanece no poder”, disse.

“Eu creio que esse tipo de esforço vai ser da China, tentar fazer uma guerra de mais longo prazo, uma guerra de narrativas, uma guerra comercial, através de procuração, em que você disputa a influência em um terceiro país e isso é o que pode respingar no Brasil, ser palco de uma disputa interna de poderes externos para ver quem vai mandar no Brasil. Esse é o cenário óbvio e claro à frente”, concluiu o analista político.

ASSISTA AOS COMENTÁRIOS DA NOTÍCIA:

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: