fbpx

Justiça nega pedido contra venda de estatal

CEB


Nessa segunda-feira (19/10), a Justiça do Distrito Federal negou um pedido de liminar para suspender a privatização da Companhia Energética de Brasília (CEB). O pedido veio de um grupo que ingressou com uma ação popular contra a venda da estatal.

Na semana passada, acionistas da empresa aprovaram a venda da CEB Distribuição, braço responsável pelo fornecimento de energia elétrica, pelo valor mínimo de R$ 1,4 bilhão.

Conforme informou a Revista Oeste, a decisão do juiz Giodarno Resende Costa, da 4ª Vara Cível de Brasília, diz que tal atividade de privatização é de responsabilidade exclusiva dos “atos da administração”, informa o site do TJ-DFT.

O presidente da CEB, Edson Garcia, apontou que a decisão judicial fará com que o processo de venda siga normalmente. Assim, ele planeja lançar edital de privatização até o fim do mês.

“Todo o processo está sendo conduzido de acordo com pareceres técnicos, como, por exemplo, o do BNDES”, afirmou o dirigente da estatal.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: